História

  • 1947 – Pela primeira vez surge o nome do Portosantense, num grupo de rapazes que se juntava para jogar futebol, no Campo da Fontinha, junto à chamada “Casa das Águas”, frente a outro grupo que se intitulava de Zarco. Fizeram vários jogos, com equipas de 7 jogadores, mas nunca oficialmente, pois só em 1948 se juntaram numa reunião em casa do Senhor Manuel Batista, na Rua Manuel Gregório Pestana, para decidir da oficialização do Clube Desportivo Portosantense.
    Nessa reunião estiveram presentes os senhores: Firmino Chagas Faria, Manuel Batista, José dos Santos Reinolds, José Joaquim Pestana de Vasconcelos, José Alves Rocha e ainda José Lino Pestana, na altura o mais jovem do grupo com apenas 19 anos. Foi decidido então, a formação oficial dos dois clubes da Ilha do Porto Santo, designados como Portosantense e o Zarco.
    O primeiro Clube da Ilha do Porto Santo a conseguir a sua constituição oficial foi o Clube Desportivo Portosantense, para algum tempo depois se oficializar o Zarco, clube este que alguns anos mais tarde viria a extinguir-se, não conseguindo chegar aos dias de hoje.
    No princípio apenas existiram estes dois Clubes, que passaram então a jogar num outro campo, por detrás do edifício dos Correios, espaço esse que foi aos poucos aumentando o seu amanho, com a ajuda da Câmara Municipal, permitindo jogos com equipas de 9 jogadores e não de 11, dada a exiguidade do espaço.
  • 8 de Dezembro de 1948 – Fundação do Clube Desportivo Portosantense. Foram fundados do Clube, os Senhores: Firmino Chagas de Freitas, José Joaquim Pestana de Vasconcelos, José dos Santos Reinolds e Manuel Batista (todos já falecidos).
    Há um grande espaço de tempo, desde a fundação do Clube, em que não existe qualquer documento que nos dê conta da actividade desportiva da colectividade, o que só começa a surgir a partir do ano de 1975. Durante esses 27 anos o Clube teve uma actualização exclusivamente no Porto Santo, participando nas várias provas organizadas mas nas quais não foi possível, até ao momento, obter documentação válida.
  • 13 de Novembro de 1975 – O C.D. Portosantense venceu o Torneio de Abertura do Porto Santo, em Futebol, na época de 1975/76, vencendo na última jornada a equipa ‘Tigres’, por 4-1.
  • 28 de Março de 1976 – O C.D. Portosantense disputa o seu 1º jogo oficial, na disputa do Campeonato da Madeira da 2ª Divisão em futebol. Para poder participar neste campeonato o Clube teve de garantir o pagamento das despesas de deslocação ao Porto Santo das equipas adversárias e de arbitragem. 
  • 21 de Abril de 1976 – O Clube sagrou-se Campeão do Porto Santo em futebol, a uma jornada do fim do campeonato. Um jogo contra o Estrela Vermelha, no Campo do Aeroporto, com uma vitória por 3-2.
  • 11 de Janeiro de 1977 – Dá-se o início das obras de construção do Campo de Futebol, no Sítio do Campo de Baixo. As primeiras obras de terraplanagem foram efectuadas com as máquinas postas à disposição pelo sócio honorário do Clube, Guilherme Bernardino Alves.
  • 24 de Setembro de 1977 – Inauguração do Campo de Futebol do C.D. Portosantense, no Sítio do Campo de Baixo. Presidiu ao acto o Presidente do Governo Regional da Madeira, Dr. Alberto João Jardim. A benção foi presidida pelo Reverendo Padre Isidro Rodrigues. O Parque Desportivo do Portosantense foi possível com o apoio do Governo Regional da Madeira que concedeu um subsídio de 380 contos e da Direcção Regional dos Desportos, com 150 contos, para além de pessoal e material disponibilizado pela Secretaria Regional do Equipamento. De particular importância na realização das obras foi o sócio Guilherme Bernardino Alves, que colocou ao dispor do clube todo o seu pessoal e maquinaria, sem quaisquer custos apresentados. O jogo inaugural terminou empatado, 0-0, entre o Portosantense e o União da Madeira.

(Em desenvolvimento)

(Excertos do livro ‘História de um Clube que… é uma Ilha’, da autoria de Mário Silva.
1ª Edição – Dezembro de 2003)